Chuva…

Precipitação atmosférica que gera delicados ou intensos pingos d’água…
Refrescam o dia…
Molham e vivificam a paisagem.
Irrigam o solo…
Possibilitando o nascimento da vida em gestação.
Em temperaturas causticantes…
Traz o alívio ao clima abrasador!
Caem por terra…
Sem piedade na tempestade!
É fina cortina…
Que nos insta a bailar sob um espetáculo de frescor!
Traz o arco em cores…
Traçando o céu de matizes…
Na mais pura arte natural!
Esconde a lágrima que cai teimosa…
No transbordamento de emoções viscerais!
Num espetáculo de êxtase comunal…
É belo e aterrador em sua dimensão colossal.
Completa o ciclo que devolve o equilíbrio de forças que se alternam e complementam para manter a vida em contínua mutação existencial…

DayseGhaya