Quando um mestre como Eliphas Levy diz algo assim tão simples, somos levados a refletir no seu significado mais profundo.

Penso que não se trata apenas da capacidade de resistir a algo, demonstrando um poder de vontade.

A palavra poder significa algo que possuímos, uma capacidade de ter e usar ou fazer algo pelas nossas habilidades e por mérito de nossas ações e experiências anteriores.

Aquilo que já nos pertence por direito Divino, vem frequentemente ao nosso encontro nos trazendo gozo e alegria.

Mas porque abriremos mão daquilo que possuímos e porque isso representaria um duplo Poder?

Jesus disse ao Homem Rico que abrisse mão do que possuía se o quisesse seguir.

O homem rico pode ser todo aquele que tem poderes e valores, fruto de suas experiências. Mas sua riqueza o cativa exigindo cuidados constantes e o impede de viver novas experiências.

E não importa o tamanho da riqueza. Não precisamos mais alimentar aquilo que já possuímos em nossa alma, porque simplesmente é impossível perder aquilo que já somos.

Mas sempre haverá algo que ele ainda não possui e que deseja, mas para isso precisará ter a alma livre.

Quem quiser conservar sua alma poderá estagnar , mas quem aceitar perde-la, poderá encontrar uma alma Nova.

Quem é livre não quer liberdade, mas somente quem tem a alma livre.

É somente abrindo mão da liberdade que a alma encontra novas experiências, e embora aceite se submeter as limitações e a rotina, a sua liberdade interna lhe permitirá viver estas novas experiências em sua totalidade e assim adquirir novos poderes.

Um novo Poder só virá ao abster-se de continuar usando as mesmas fórmulas e repetir as mesmas experiências,abandonando a zona de conforto e o eterno gozo.

Resistir as ofertas que nos são apresentadas como oportunidades ricas para usar os poderes que já possuímos, abrindo mão de nos colocar em uma situação previlegiada e segura, que só serve para alimentar nosso ego.

“Ser o pior aluno da classe” como diz Roberto shinyashiki. Ou seja, voltar a ser apenas um aprendiz.

Correr riscos e atirar-se no desconhecido e incerto pode ser doloroso, mas haverá de nos proporcionar experiências inimagináveis, e um novo poder de realização.

 

Gostou do texto? Compartilhe para seus amigos e cadastre-se para receber novas mensagens.

grupo zap

 

 A numerologia ensinada para você usar na vida prática.

Clique na imagem para saber mais.

Jornada_Menina