Que poder é esse que se impõe frente aos obstáculos e produz transformações ?

Que força poderosa tem esta vontade que não se submete a costumes, rotinas, acomodações e muda a situação segundo a sua crença!

Que necessidade intensa de ser sempre a protagonista de sua própria vida, sem se submeter as circunstâncias !

Quebra resistências e deixa marcas por onde passa.

Tem a necessidade de liberdade de expressão.

Não sabe negociar e não aceita ser contrariada…

Como um furacão, sai varrendo tudo que estava instituído e costumeiro e como fogo deixa cinzas, mas abre um clarão na mata, desvendando novos caminhos e paisagens…

De onde vem esta força que se projeta em rompantes decisivos e não olha para traz quando decide seguir em frente…

Nada é intransponível, estático ou imutável pois sua única certeza é o poder de transformar a realidade, nem que seja a força.

É um vicio que leva a criatura a constantes mudanças repentinas.

Mas como poderia convencer os acomodados, como mover os convictos, ou despertar os tradicionais enraizados em velhos e rígidos costumes…

Talvez, se não fosse esta poderosa e inquieta força ainda estivéssemos nas cavernas acomodados com as dificuldades intransponíveis.

Mas a medida que usa com frequencia este poder de forma impulsiva, atrofia a capacidade de negociar e deixa de fazer aliados e mudanças consensuais.

Em consequência disso, quebra compromissos, destrói relacionamentos…

Vivem dizendo para ela aprender o caminho do meio…

Mas este negocio de caminho do meio lhe soa mal.

Uma vontade forte com objetivos claros e bem definidos, não deve se curvar jamais aos obstáculos e se render ao comodismo.

A questão para pessoas impulsivas é que elas não conhecem a arte de construir mansamente…

Precisam aprender com as águas, que vão delicadamente esculpindo seus caminhos pelas pedras sem nunca desistir de seus objetivos…

Delicadeza, paciência e gentileza não tem nada a ver com submissão e rendição, mas sim com estratégia…

Haveju