beautiful-sunset-gobi-desert-mongolia--16310

Voces ja observaram que geralmente as pessoas sintetizam as coisas e fatos com uma palavra ou uma frase.?

Definimos as pessoas através de qualidades ou deficiências predominantes tais como Incrível, fantástico, chato, lindo, feio, sem noção, divertido.. etc.

E quando nos perguntam nossa opinião sobre algo como um filme, um livro ou um evento que participamos dizemos simplesmente , adorei, foi chato, muito Bom, magnífico, fantástico…

Simplesmente porque precisaríamos contar a  história toda para descrever todas emoções e situações que vivemos e isso daria muito trabalho.

E mesmo assim dificilmente seríamos capazes de manter os fatos intactos, sem comtamina-los com nossa visão pessoal.

Recontar tudo sem contamina-los ou acrescentar algo nosso nos levaria a condição de simples carteiros que carregam a mensagem sem abrir as cartas.

Mas nós, somos contadores de histórias, e como diz o ditado, “Quem conta um conto, acrescenta mais um ponto”

Então inventamos um jeito de sintetizar as coisas para lidarmos com a diversidade e proteger nossa identidade, sem deixar de acrescentar nossa visão pessoal.

Podemos concluir então que nada do que recebemos ou passamos será puro e isento, pois sempre terá a energia impregnada do entregador.

Por isso vemos as pessoas desta forma limitada por estes rótulos impregnados de arquétipos da vida e assim escolhemos quem deixaremos entrar em nossa casa.

Mas o fato é que tais rótulos são falsos pois representam apenas a visão pessoal de alguém e não contém a diversidade de valores que aquela pessoa ou situação possuem.

Se quisermos conhecer a verdade teremos que ir lá por nós mesmos, ler aquele livro, ver aquele filme, viver aquela situação ou nos relacionarmos com aquela pessoa.

E quando entramos em contato mais profundo e de coração aberto e livre dos conceitos previamente estabelecidos, percebemos a riqueza de possibilidades que ela contém e na maioria das vezes ficamos encantados.

A ousadia necessária para vencer nossos próprios limites e crenças e aceitar se relacionar com estas pessoas ou situações para as quais temos sérias reservas será sempre recompensada com uma grande aquisição de valores transformadores, pois como disse Albert Einstein,

“Uma mente que se abre para uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original”

Entao, vocês concordam ? Ou tem outra visão ?

Deixe seus comentários abaixo.