Outra metade?

Achamos que em algum lugar temos uma metade…
Alguém que nos completa…
Que combina exatamente conosco!
Mas é mesmo assim?
Existe alguém que pense exatamente como nós?
Que goste das mesmas coisas?
Que tenha as mesmas reações diante das inúmeras situações?
A verdade é que quando pensamos como metade…
Fazemos de tudo para nos ajustar a outra.
E muitas vezes passamos por cima de nossa essência…
Negamos nossos desejos…
Motivações…
Valores…
Nossa integridade é quebrada!
Mas precisa ser assim?
Precisamos de alguém exatamente igual a nós?
O que ganhamos com isso?
Mesmo que cheguemos bem perto disso…
Ainda sim, existirão atritos…
Discussões…
Divergências…
E é preciso!
Temos que entender que existem outras opiniões…
Princípios…
Necessidades.
Cada um de nós é único…
Formados por experiências diferentes…
E quando nos confrontamos com essas diferenças…
Podemos ver o mundo pelos olhos do outro.
Não precisamos concordar…
Mas esse exercício nos faz ampliar nossa visão.
Pessoas são felizes de infinitas formas…
Escolhas…
Perspectivas.
Quando compreendemos o outro…
Respeitamos…
Dialogamos…
Entendemos que podemos ser inteiros que se escolhem e se entendem…
Mesmo sendo diferentes!
E que encontramos mais satisfação e realização mantendo nossa plenitude sendo parte de uma dualidade…
Que se multiplica e se motiva em infinitas combinações e numa parceria salutar e proveitosa para ambas individualidades…
Onde o crescimento é certo…
E a felicidade é uma companheira!

DayseGhaya