Quando o silêncio “grita”…

Barulho…
Vozes altas…
Conversas…
Discussões…
Bate-papo.
A sonoridade comum diária.
Quando paramos…
Damos um tempo…
Acalmamos as emoções…
Apaziguamos a mente…
Aí tudo se aquieta.
Há uma parada total.
É quando percebemos o poder do silêncio.
Ele se estabelece em plena potência.
Invade todos os nossos sentidos!
Nos isola de tudo!
E sentimos toda a sua amplitude.
É quando ele “grita”…
Acima de todas as vozes…
Se impõe poderoso!
Tanta inércia te oprime.
Um vácuo te põe em suspensão!
Agora é só você.
Hora de se encarar.
Refletir suas ações!
Avaliar sua atuação diante dos desafios da existência.
Quem você é.
Para onde quer ir.
Planejar novas condutas!
É no silêncio que temos a oportunidade de enxergar mais longe…
Ouvir a única voz que importa…
Que é sufocada pela gritaria do dia a dia…
Que teimamos em não escutar…
A voz da consciência!

DayseGhaya