Tocando a alma…

Suavemente…
Retiro a roupagem da carne.
Liberto-me das amarras do corpo.
Deixo a consciência falar.
Vasculho os sentimentos…
Exponho os pensamentos…
Não há segredos nem melindres!
É a total exposição do Ser.
Sem máscaras…
Sem personagens…
Sem freios!
Um olhar profundo…
Sob a lente da verdade.
Sem o manto da aceitabilidade!
Só o real.
Um impacto necessário…
Que desvenda fraquezas.
Revela temores.
Expõe incertezas!
É o Ego exposto!
Diante desse retrato fiel…
É hora de avaliar…
O que preciso mudar?
O que não me serve mais?
Como me reinventar?
Sempre há tanto pra melhorar…
Respiro fundo…
Arregaço a vontade…
Preciso recomeçar!

DayseGhaya