images (55)Em que mundo você vive?

Se eu ligo a tv fico espantado com as notícias e tenho vontade de mudar de canal. Passando os canais de repente me dou conta que a realidade muda bruscamente a cada novo canal.

Em um canal as pessoas usam palavras agressivas e vejo muita desordem e violência.

Troco de canal e de repente vejo carros de luxo, pessoas finas e educadas que falam suavemente e se vestem com bom gosto.

Em outro as pessoas comem coisas exoticas e falam uma lingua estranha, e se comportam de forma totalmente diferente …

De repente entram executivos bem sucedidos em trajes alinhados, falando de negócios, estatísticas e resultados lucro, investimentos…

Um outro canal jovem, tenho dificuldades para entender o linguajar bem estranho…

Será que você consegue ajustar sua sintonia para acompanhar esta gente toda e se comunicar com todo mundo?

Afinal, em que mundo você vive? Qual é a sua vibe?

Você consegue se manter estável diante de tanta diversidade ?

O paradoxo é que quanto mais você reconhece seus próprios valores individuais, mais estará preparado para entender os outros.

Simplesmente porque se conhecendo e aceitando suas próprias limitações você poderá apreciar a diversidade nos outros sem crítica, julgamento ou inveja.

E assim, será capaz de ouvir os demais sem deixar de ser quem é, e sem perder esta parte preciosa e única que você traz consigo e que lhe permite estabelecer uma relação de troca sincera e justa com a sociedade…

Mas se observarmos com atenção o mundo ao nosso redor, veremos a presença de Deus na natureza, em tudo e em todos, e perceberemos  que nada existe sem Deus e fora de Deus. Ele é a própria vida e a própria natureza das coisas.

Mas ao Homem foi dado algo que o individualiza, e lhe traz a consciência da experiência pessoal.

Suas crenças na independência o levam a ações egoístas que produzem efeitos, que muitas vezes ofuscam sua consciencia e o impedem de perceber esta Onipresença que o anima e lhe dá vida.

Mas somente quem conheceu a escuridão sabe o verdadeiro valor da luz, quem conheceu o conflito sabe o valor da paz e do silêncio, quem viveu a individualidade tem sede da diversidade.

Quando ele percebe então que o egoísmo é a causa de todo sofrimento, sua consciência se aquieta e ele pode voltar a ouvir a voz silenciosa de Deus em seu próprio coração e tudo se acalma e se resolve…

“É preciso que eu diminua e Ele cresça”