images (53)

Frequentemente nos admiramos com o sucesso de alguns artistas que encantam com sua voz ou com sua arte, empresários que constroem grandes organizações, arquitetos fantásticos que projetam construções maravilhosas, cientistas que fazem grandes descobertas e modificam o rumo da sociedade ou médicos exímios no que fazem, precisos e incansáveis no seu trabalho.

Cirurgiões que passam a vida fazendo 3, 4 ou 5 cirurgias por semana, durante 30, 40 ou 50 anos. Ginecologistas que cuidam agora das filhas e netas das suas pacientes sessentonas, que esperam pacientemente a enorme fila sem reclamar…

Diversos profissionais  que vivem uma vida de dedicação e aperfeiçoamento, fazendo cursos de especialização e mesmo após certa idade vão para as faculdades dar aulas, se tornam consultores de grandes empresas e todos se encantam com seus sabios conselhos.

Empresarios que comecam cedo, vindo de baixo, as vezes como um simples camelô, mas mesmo quando  alcançam seus sonhos, não se contentam  e dedicam a vida a busca de algo maior e melhor, ampliando seus negócios, conquistando novos patamares de sucesso e assim melhorando a vida da sociedade.

E mesmo depois de longos anos, quando outros já estão pendurando as chuteiras, eles permanecem  lá, com  vigor e  juventude de um iniciante…

O que leva estas pessoas a trabalharem tão apaixonadamente buscando uma perfeição inalcançável?

Seriam elas pessoas superdotadas com Talentos especiais?

Mas olhando um pouco melhor a vida destas pessoas percebemos que há algo além de talento e paixão, Como o caso de artistas com mais de 75 anos, ainda no palco cheios de energia, mas extremamente preocupados com  a perfeição, incansáveis, ainda aprimorando seus estilos.

O que move estas almas a seguir em frente e nunca desistirem apesar de todos os obstáculos?

Analisando melhor a história de suas vidas percebemos que nunca foi uma tarefa fácil e  que a cada grande desafio eles arrancavam de dentro de si mesmos uma nova força.

Mas se pensarmos bem,  não é assim para todos ?

O avião embora tenha fortes motores e grandes asas enfrenta um grande desafio toda vez que corre na pista e confronta o ar que poderia derruba-lo. Ele se estremece todo no confronto com o ar,  e uma verdadeira batalha é travada a cada pouso ou decolagem…

O piloto, embora já tenha vivido esta experiência muitas vezes, sempre estará diante do risco de algo dar errado.

A vida não nos dá garantias de sucesso, muito pelo contrário, sempre a morte, o fracasso ou a ruína estarão lá nos oferecendo uma alternativa.

Sempre poderemos arremeter, ou parar, voltar para nossa confortável zona, sem riscos onde os problemas são conhecidos e não exigem mais nenhum esforço e voltar para nossa vidinha medíocre, sem exercer o poder latente em nosso íntimo.

Os talentos não garantem o sucesso, apenas os recursos que se desenvolvidos poderão nos levar a voos mais altos, mas sempre haverá o atrito do desafio, o risco da queda. Os talentos precisam ser desenvolvidos e exercitados durante toda a vida, e quanto mais os utilizamos, mais eles se tornam disponíveis.

Mas não é a vitória ou o sucesso que recompensam os talentos, mas sim a coragem de usá-los contra tudo e contra todas as situações desfavoráveis.

Mas se você está na pista correndo sua maratona você já é um vencedor, não importa se você vai ganhar uma medalha ou não.

Se você acorda todas as manhãs e dedica sua vida com entusiasmo aprimorando cada dia seus talentos natos, mesmo que caia e falhe, você já é um vencedor.

Se você leva muitos tombos, mas se levanta e continua sua jornada, buscando dar o seu melhor, mesmo que seja por pura teimosia, você é também um herói anônimo que ajuda a construir este mundo fantástico.

Continue em frente, mesmo que não ouça os aplausos e ninguém reconheça sua luta silenciosa, pois sua alma está vivendo uma experiência transformadora e somente você poderá colher os frutos desta grandiosa aventura… Mas sem se dar conta, você aos poucos transforma o mundo.