O Tempo

Num contínuo fluxo…
Segue como um farol.
Luz que ilumina partes do Caminho.
Vai mostrando paulatinamente o que devemos:
Aprender…
Valorizar…
Focar!
Se descortina na medida que alcançamos a maturidade para desvendar nossas próprias demandas.
Corre quando urge que valorizemos os momentos cruciais de nossa existência…
Mostrando que tudo pode se extinguir!
Se arrasta vagaroso, quando ansiamos por novidades e não nos atemos a importância do que precisamos compreender numa situação.
Organiza nossas experiências numa sequência que dá total sentido a nossa história.
Parceiro…
Vilão…
Instrutor mordaz que sabe se fazer essencial aos propósitos da evolução pessoal ou coletiva.
Impassível diante de nossas vontades…
Ensina:
A fragilidade das verdades…
A ilusão das aparências…
O engodo das certezas!
Nenhuma artimanha resiste as rédeas firmes e constantes das provas que o tempo propõe…
E tudo que não é verdadeiro e necessário se dilui na efemeridade dos embustes urdidos pela perversidade das mentes que abusam da credulidade dos inocentes e incautos que se deixam enredar nas tramas mais cruéis e ardilosas.
Nada resiste ao que dever prevalecer…
A verdade!

DayseGhaya