images (7)

Sabemos que todo grande  projeto é dividido em pequenas fases, setores e por fim em pequenas tarefas também chamadas de processos. Para dar bom resultado os processos do projeto precisam ser feitos em uma ordem correta e dentro de cada fase.

Para cada fase ou tarefa exige-se pessoas com habilidades especificas e recursos adequados.

Mas uma habilidade exigida em uma determinada fase pode não ser mais útil em outra assim também como os recursos.

Muitas vezes as pessoas precisam ser treinadas e capacitadas para realizar tarefas dentro de uma fase específica do projeto.

Os objetivos de cada fase podem ser diferentes e específicos e às vezes até parecerem conflitantes com o projeto como um todo. Os agentes que executam as tarefas de um projeto raramente tem uma visão completa da fase ou mesmo do projeto e se limitam a fazer bem aquela tarefa.

Uma tarefa se desencadeia na outra de forma sucessiva formando um grande processo, cujo produto final é o resultado daquela fase do projeto.

Então muitas vezes temos pessoas trabalhando em tarefas diferentes, que às vezes nem se conversam ou comunicam, mas que a medida que entregam o resultado de suas tarefas elas vão se encaixando e formando um todo coerente, que pode ser ainda uma pequena fase do projeto completo.

O próprio projeto vai sendo criado e modelado a medida que as tarefas vão sendo realizadas e as pessoas acabam deixando sua marca individual e influênciando de certa forma o resultado final, por mais bem planejado que ele tenha sido pelo Arquiteto.

Diante desta visão, concluo que a vida humana é uma pequena tarefa de um gigantesco projeto que ao mesmo tempo constrói o próprio indivíduo e a sociedade como um todo.

O projeto humano é algo grandioso, e requer muito tempo e várias etapas.

Para cada etapa são necessárias habilidades e recursos específicos.

A Personalidade vem preparada para desenvolver estas habilidades e talentos necessários ao cumprimento desta missão.

Os recursos são providos pelo meio onde ela nasce e se desenvolve.

As oportunidades favorecem aqueles que possuem na alma os anseios para atender seus projetos e são capazes de enxerga-las e permanecem invisíveis aos que não estão preparados para ela.

Os desafios lapidam as fraquezas, medos e incertezas através do conflito, gerando aprendizado.

As etapas desta construção se iniciam na infância com o preparativo dos materiais e a formação dos fundamentos da personalidade influenciada pelos pais e pelo meio.

Na juventude estes fundamentos ganham força, poder e certeza e movem o indivíduo.

A maturidade é o Auge da missão, quando o indivíduo já formado desenvolve todo seu potencial.

A idade avançada é uma espécie de mestrado onde o indivíduo já colhe os frutos do aprendizado e pode planejar futuros projetos ou mesmo desfrutar dos benefícios adquiridos…

E o projeto de cada indivíduo está intimamente interligado e interdependente com as pessoas ao seu redor, seus familiares, pais irmãos, esposos, amigos vizinhos etc formando o grande tecido social.

Desta  forma cada um é peça fundamental para o projetos dos demais. Seus talentos e valores e fraquezas são elementos preciosos para ajudar a despertar valores naqueles que deles carecem…

Vemos assim que de nada adiantam recurso externos sem os valores internos que possam utilizá-los corretamente.

Pouco ou  nada adianta tentar mudar as pessoas e a sociedade sem compreender que este processo ocorre de dentro para fora.

Mas é verdade que as atitude externas podem ajudar a despertar estes valores, desde que se tenha consciência que o trabalho deve ser feito de forma integrada com o projeto do grande Arquiteto que respeita a liberdade e dá a cada um os frutos de seus esforços.

Maravilhoso não …