Silêncio

Fujo do burburinho dos afazeres…
Busco um lugar pra aquietar os sentidos…
Eliminar os sensórios externos…
Procuro o outra dimensão!
Me aquieto para ouvir a voz do Universo…
E escuto minha consciência…
Num diálogo íntimo, busco as respostas do momento…
Ideias borbulham…
Senso e contrassenso se intercalam mesclando:
O real e o imaginário…
O correto e a saída mais fácil…
Uma sugestão…
Ou a solução!
E nesse silêncio tão sônico…
Me leva longe…
Mas a direção pertence a mim!
Eu chego,
Resolvo,
Transformo
E alcanço meu objetivo, se entendo o processo de conexões com o que:
Eu quero,
Eu preciso,
É produtivo,
Me faz lúcida no meio de um turbilhão de alternativas…
Tudo, no silêncio!

DayseGhaya