Confetes & Serpentinas…

Entre músicas, risos e fantasias…
Deixamos a ilusão suavizar a realidade que sufoca…
Cantamos as palavras engolidas na impossibilidade da reação!
Dançamos diante da incertezas impossíveis de controlar!
Tiramos as máscaras do dia a dia, e deixamos nu, o rosto que gostaríamos de poder mostrar!
Nesse delírio onde a fantasia nem sempre é a fuga…
Mas a resposta aprisionada…
O grito abafado…
A liberdade corrompida!
Mesclam-se entre as máscaras da aparente alegria:
A esperança ainda resistente…
O olhar em busca da certeza inalcançável…
A fúria da revolta pelas injustiças…
As lágrimas impedidas de correr.
Entre confetes e serpentinas…

DayseGhaya