Fui procurar a justiça para que me ajudasse a achar a magia.

Diante dela exclamei:

Óh Justiça!

Ensina-me os segredos da magia!

És tão grandiosa!

Suporta os mundos em perfeito equilíbrio…

Restauras a ordem entregando a cada causa o seu efeito…

Manténs-te neutra, sem interferir nem julgar, permanecendo fiel, no ponto central, entre os pratos da balança.

És tu quem fazes a eternidade do universo pelo retorno ao equilíbrio após as agressões ao silêncio…

És a respiração dos mundos e dos seres…

Então, sem interromper seu movimento pendular, ela se dirigiu a mim e disse:

– Ouvi-te atentamente, meu nobre amigo, mas agora te digo:

Tudo que faço é fruto do trabalho da Verdade. Eu apenas equilibro o que ela revela.

É a ela que deves dirigir todo mérito. Se queres desvendar a magia procure a verdade.

Então busquei a  Verdade em toda parte e quando a encontrei lhe disse :

Óh Verdade!

És tão profunda!

Revela-me o segredo da magia!

Tu és reveladora dos mistérios e dos segredos humanos.

Tu trabalhas silenciosamente investigando as minúcias revelando as reais intenções.

Tu revelas os medos, as fraquezas e incertezas que as pessoas ocultam no mistério.

Tu retiras os conteúdos escondidos por traz dos símbolos e revelas a essências das almas…

E revelas também as maravilhas e belezas que se escondem nos corações humanos.

A Verdade voltou-se para mim, fitou-me profundamente  e falou:

 

– Ouvi-te curiosamente, meu sábio amigo. Mas te digo que tudo que faço é fruto do trabalho do Amor.

É ele quem exterioriza as verdades através dos conflitos e relacionamentos. Eu apenas simplifico e evidencio para que seja compreendido.

É ao amor a quem deves dirigir tuas honras. Se queres sentir a magia encontre o Amor.

Então busquei o amor por toda parte e ao encontra-lo exclamei:

 

Óh Amor!

Faz-me sentir a magia!

Tu és doce, generoso, manso e terno.

A todos compreendes e toleras, oferecendo a cada um a oportunidade de se expressar.

Amas a diversidade e se regozija com os relacionamentos, produzindo beleza, riqueza e fertilidade.

 

Tocando-me delicadamente o Amor disse:

– Ouvi-te carinhosamente, meu querido.

Mas quero que sintas que não sou nada sem a Harmonia.

É ela quem resolve os conflitos que eu gero ao permitir o relacionamento dos diversos e contrários…

Busque a Harmonia e encontrarás a magia.

Mas onde eu encontro a Harmonia?

– Por toda parte, meu querido.

Ela está sempre ocupada, mantendo as esferas em movimento.

Ela trabalha para o amor, mas também trabalha para a Verdade e para a Justiça.

Para que possas vê-la terás que procurar dentro de ti, equilibrando as partes de tua própria natureza.

Então a verás refletida em toda parte sustentando os mundos, os corações e as almas.

Só então teus olhos serão capazes de ver a magia de Deus em todas as coisas desde as mais pequeninas até as mais grandiosas, e verás que a Natureza é em tudo semelhante e a mesma em toda parte.

E sentirás  justiça e beleza nos atos humanos…

Cadastre-se para receber novidades.

 

 

 

Curso de Numerologia (1)