Reconhecer a abundancia é despertar para a realidade da vida e assumir seu papel no esquema cósmico. Para isso precisamos compreender que somos abelhas na grande colmeia e que todos, inclusive a grande Rainha trabalhamos para um único objetivo e servimos a um único proposito que é manifestar através da diversidade a grande abundancia adormecida no seio Infinito.

Somos, como disse Reich, abelhas do invisível, loucamente levando o mel do visível para o invisível… Então todos nos nutrimos deste mel e  somos fortes, alegres e felizes porque o universo nos sustenta.

Nada me pertence exclusivamente, nada é meu individualmente, nem mesmo a mais original das ideias. Como disse Lavoisier, ” Nada se perde, nada se cria, tudo se transforma…”  Mas tudo me afeta e eu afeto a tudo e a todos.

Então, somente quando todos acordarem para esta realidade viveremos a plenitude da abundancia da Unidade na Diversidade.

Cadastre-se para receber outras mensagens.