Quando estamos passando serias dificuldades, costumamos dizer que estamos vivendo uma provação, ou uma prova de fogo.
Aprendemos  que as adversidades são como o esmeril que irão provar se nossa alma é de ferro ou de barro.
Vejo agora de forma diferente.
As adversidades podem não ser a prova, mas sim as lições, que estão nos ensinando a vivenciar a escassez e a dificuldade, e a obter o máximo diante do mínimo, a exercitar nossa inteligencia e nossa sensibilidade diante da vida e das pessoas. Toda limitação ou adversidade, quer seja física, mental ou emocional  nos propõe uma mudança de atitude necessária ao nosso desenvolvimento. O sofrimento é causado geralmente pela nossa resistência ao processo.
Acredito que a prova mesmo não acontece na escassez ou limitação, porque uma prova semptre traz opções de escolha para testar nosso conhecimento,  e na escassez não temos  escolhas.
A prova seria a liberdade, a fartura e a abundancia, quando tudo vai bem e nos sentimos seguros e confiantes.
É fácil ser econômico quando não se tem recursos, ter compaixão com as pessoas quando sofremos as mesmas injustiças que elas, sermos eficientes e rápidos quando não temos muito tempo, sermos  cuidadosos quando sabemos que estamos em terreno minado…
Difícil mesmo é quando tudo é fartura e abundancia, quando temos poder, virilidade, juventude, beleza e energia sobrando.
Será que lembraremos dos que não tem recursos quando estivermos sentados a uma mesa farta?  Será que lembraremos dos injustiçados quando tivermos o poder para mudar as coisas e fazer a nossa vontade se impor sobre os demais? Como será que agiremos diante do poder capaz de oprimir os inimigos e eliminar as ameaças?
Esta, meus amigos,  é a verdadeira prova de fogo para qualquer ser humano!
Ser um Papa por exemplo, é a maior prova de humildade. Ser um grande empresário, um governador, um presidente, ou mesmo um pai, um chefe ou qualquer posição em que as circunstancias nos confira o poder de mudar a direção das coisas e impor nossa vontade sobre os outros, são verdadeiras provas de sabedoria.
A forma como nos comportamos nestes momento em que não temos desafios é que irão testar de fato se nossa alma é capaz de se sentir parte de uma vida maior, compartilhando suas energias, recursos e talentos com sabedoria, ou se deixa seduzir pela ilusão do poder individualista e totalitário.
Eliphas Levi, no livro Dogma e Ritual da Alta Magia diz o seguinte: “Poder ter e poder abster-se é Poder duas vezes”
Já Kahlil Gibran afirmou:  “Tua vida é determinada não tanto pelo que a vida te trás como pela atitude que tu trazes para a vida, não tanto pelo que te acontece como pela maneira como a tua mente olha para o que acontece.”
Então,  é  você quem vai decidir se está vivendo uma experiencia ou um desafio…

Gostou do texto? Cadastre-se para ser notificado de outras mensagens.


Perfil Jsps