Seguindo o caminho do auto conhecimento achei interessante abordar o evento olímpico para demonstrar como os nossos ensinamentos estão presentes na vida dessas pessoas e quais lições podemos tirar disso.

As olimpíadas são marcadas por sua grandeza e princípios maravilhosos, como de paz, superação, felicidade e harmonia. Após o evento olímpico iniciam-se as paraolimpíadas, cuja principal característica são os atletas com deficiências físicas. A primeira grande surpresa acontece quando conversamos com essas pessoas. É como receber uma aula de superação e uma verdadeira lição de vida, pois ao contrário que muitos pensam, eles não são dignos de pena. Aparentam e são excelentes pessoas, até mesmo porque as aparências não os favorecem na grande maioria. Essa última frase reforça a importância de ser verdadeiro e acreditar no que se faz. Assumir os problemas, buscar fé e acreditar, é obrigatório para encontrar a felicidade ou até mesmo uma questão de sobrevivência. Nesses casos os livros e ensinamentos são somente um apoio, pois precisam criar as suas próprias ferramentas e formar a sua própria consciência e vontade de vencer.

Uma questão bastante importante nesse contexto é que não existem atalhos nesse processo. O deficiente precisa aprender como conviver com as suas limitações e no caso dos atletas como superar e tirar vantagem delas. Essa passagem reforça a importância do cumprimento das etapas de um processo. O que se aprende e vive durante a nossa caminhada é muito mais importante que o resultado final. Muitas vezes quando planejamos uma grande viagem, é muito gratificante fazer o nosso roteiro, pois o prazer antes da viagem é tão bom quanto o da viagem.

Outro exemplo são os antigos alquimistas em busca das suas realizações. Era muito mais importante o aprendizado que conquistavam durante o processo do que propriamente o evento final. Quando tentavam pegar algum atalho ou não cumpriam as etapas necessárias, os objetivos não eram atingidos. Podemos entender que não existe beneficio sem esforço.

Nessa mesma linha do auto conhecimento é muito importante compreender a existência dos problemas. Muitas vezes não entendemos ou nos revoltamos com determinadas situações. São nesses momentos que precisamos entender e acreditar que eles existem para mostrar outros caminhos para permitir o nosso crescimento como pessoa e espirito. Caminhos esses que não conseguiríamos encontrar com a nossa própria vontade, pois muitas dessas questões podem estar fora do âmbito racional e por isso não temos consciência da necessidade de evolução.

Quando questionamos essas pessoas se vale a pena viver, um deles respondeu que a vida é bela e que deus colocou essas dificuldades foi para ele aprender a viver nos altos e baixos.

Uma frase me chamou atenção durante a conversa com os atletas. Ele explicou que um dos grandes diferenciais é não sofrer ou gastar energia com o que eles não tem e sim com o que eles possuem. Dessa forma é possível potencializar toda a atenção e energia nos membros que eles possuem, gerando grandes resultados.

Não é porque não somos portadores de deficiências ou não somos atletas olímpicos que não precisamos nos esforçar para ser pessoas melhores nas nossas vidas e passar de vitimas das circunstâncias para idealizador e responsável pelo nosso sucesso. Muitos obstáculos não estão fisicamente claros ou não temos consciência deles, por isso o autoconhecimento é tão importante para o nosso crescimento como pessoa e espirito.

Bruno Cerqueira Pessoa Salles 


Se você gostou deste texto, fique a vontade para compartilhar, comentar  e recomendar nosso Blog. 


Somos uma Escola que propaga as boas ideias e busca o Despertar da Consciência, ajudando a tornar as pessoas criadores de novas realidades. 

Nossa sede é na Rua Campos Sales, 38,  Tijuca Rio de Janeiro. Temos palestras públicas toda segunda feira as 19hs.