Estava refletindo sobre a sabedoria do tempo, como ele nos transforma naquilo que imaginamos que seria impossível atingir, como ele nos traz o aprendizado no tempo certo…

Vejo os jovens ansiosos e sedentos que colocam os pés no caminho da espiritualidade, então me veio esta sábia canção de Chico Buarque, que gostaria de compartilhar com vocês…


Não se afobe, não
Que nada é pra já
O amor não tem pressa
Ele pode esperar em silêncio
Num fundo de armário
Na posta-restante
Milênios, milênios
No ar …
E quem sabe, então
O Rio será
Alguma cidade submersa
Os escafandristas virão
Explorar sua casa
Seu quarto, suas coisas
Sua alma, desvãos …

Sábios em vão
Tentarão decifrar
O eco de antigas palavras
Fragmentos de cartas, poemas
Mentiras, retratos
Vestígios de estranha civilização

Não se afobe, não
Que nada é pra já
Amores serão sempre amáveis
Futuros amantes, quiçá
Se amarão sem saber
Com o amor que eu um dia
Deixei pra você…

Lindo, não?

Quem sabe hoje nós também estamos aprendendo com a sabedoria dos sábios que um dia aprenderam a amar e a viver..  Vasculhamos suas cartas, seus livros, suas gavetas e amamos com o amor que um dia amaram e deixaram para nós…

Se você gostou deste texto, fique a vontade para compartilhar, comentar  e recomendar nosso Blog. 


Somos uma Escola que propaga as boas ideias e busca o Despertar da Consciência, ajudando a tornar as pessoas criadores de novas realidades. 

Nossa sede é na Rua Campos Sales, 38,  Tijuca Rio de Janeiro. Temos palestras públicas toda segunda feira as 19hs.
perfil-jsps