OS DOZE PRECEITOS SUPERMENTALISTAS

 

1.       Inicie o dia agradecendo a Deus por ter recuperado a consciência e a ocasião que se lhe apresenta para prosseguir a obra de sua vida. Volte para o  oriente e faça várias respirações profundas, concentrando na vitalidade que circula em seu corpo e despertando os centros psíquicos. Ainda de Jejum beba um copo d’água.

2.       À noite, antes de deitar, peça as Hostes Cósmicas que aceitem os seus serviços psíquicos durante o sono do corpo e se valham de sua consciência, segundo seu desejo, e se Deus e os Mestres quiserem, que tenha um outro dia na Terra e que se cumpra a Vontade Divina. Durma com pensamentos de amor a todos os seres e com sentimento de paz e harmonia universal, imaginando que seu ser repousa na consciência de Deus.

3.       Não discuta sobre questões religiosas, aceite com bondade todas as religiões sem alardear que sua crença é superior. Se necessário, diga como se beneficiou, mas nunca procure infundir nos outros a ideia de que a religião deles é falsa, pois a melhor religião é a que capacita para ter fé em  Deus em seus inescrutáveis caminhos.

4.       Seja tolerante em toda e qualquer questão, porque a crítica acerbada engendra sempre aflição. Se não for capaz de comentar construtivamente sobre  um assunto, vale mais a pena ficar calado.

5.       Não tentes reformar a conduta alheia, descubra as suas próprias faltas e corrija-as, de modo que ilumine aos demais com a luz da sua conduta.

6.       Na media em que você dá, você recebe. Saiba aproveitar generosamente a ocasião para dar, e Deus lhe cobrirá com futuros benefícios. Quanto maior for o seu generoso impulso, sem considera-lo como sacrifício, maior será a compensação que será creditado no Cosmos.

7.       Lembre-se que por meio da nossa Sociedade se apresentam inúmeras ocasiões para ajudar o próximo.

8.       Faça o bem aos seus semelhantes e os ajude em qualquer vicissitude, sem reparar em sua raça ou religião. Se não puder prestar ajuda pessoal, solicite a quem seja capaz de prestá-la. Tranquila e sossegadamente realize sua obra, prestando seu serviço sem aspirar gratidão ou recompensa.

9.       Não repita as calúnias, nem propales boatos, e não diga nada que possa prejudicar ou condenar, a menos que  seja a sua função,  sempre acompanhado de desculpa, tenha sido antes bem examinada e conhecida as circunstancias do caso.

10.   Evite todos os extremos em pensamento e ação. Seja moderado em seus desejos e subjugue a paixão.

11.   Não faça mudanças radicais e repentinas ao curso natural dos acontecimentos. Lembre-se da máxima Supermentalista : “ Todas as coisas são alcançadas pela evolução e não pela revolução”

12.   Mantenha sempre sagrado e acima de toda crítica os Ideais Supermentalistas. Não Permita que a calúnia afete o bom nome da Sociedade. Porte-se de modo que sua conduta demonstre sempre a bondade de seus princípios. E esteja sempre disposto a defender com todas as suas forças e com todo o seu entendimento o Símbolo Supermentalista